Notícias


Maior evento de geotecnologias consolida o Brasil como líder no setor de Sistemas de Informações Geográficas na América Latina

O LAUC 2014, Latin America User Conference, evento realizado em Campinas, nos dias 25 e 26 de setembro, pela da Esri, detentora de 60% do market share global de Sistemas de Inteligência Geográfica, em parceria com a Imagem,, reuniu mil e cem participantes entre executivos de órgãos públicos e privados bem como usuários e especialistas dos Sistemas de Informações Geográficas para fomentar a discussão sobre as oportunidades e os benefícios da utilização da Inteligência Geográfica em diversos mercados, tais como Educação, Segurança, Saneamento, Negócios, Energia, Agricultura, Governo, e Petróleo e Gás. No encontro, companhias como Petrobrás, Claro Telecom, Natura, Cocamar, Polícia Militar de São Paulo, Copel e Governos Federais, Estaduais e Municipais apresentaram seus casos de sucesso com a Imagem e compartilharam suas experiências com demais usuários.

Com o objetivo de aproximar pessoas que têm em comum o desejo de transformar o mundo por meio da Geografia, o LAUC deste ano trouxe novidades, tendências e muita experiência global para o Brasil. Segundo Dean Angelides, Diretor Corporativo da Esri, “Estamos honrados e felizes por celebrar o evento no Brasil, país que nos acolheu e que hoje apresenta o maior crescimento no uso da Inteligência Geográfica da América Latina. Não à toa, este é o maior LAUC realizado na história da Esri, tanto em público como em número de apresentações e cases de sucesso.”


Fotos  LAUC


Com mais 170 palestras e demonstrações de uso de geotecnologias nos dois dias de evento, foram apresentadas aplicações práticas e teóricas, como a criação de mapas inteligentes urbanos para uso da população, metodologias para monitoramento de cadeias de suprimento, geomarketing e dos hábitos do novo consumidor para o setor corporativo, tendências focadas na gestão das áreas de energia elétrica e saneamento, entre muitas outras. “A riqueza de um encontro como esse são as pessoas. Sem dúvida nenhuma, todos os participantes levarão consigo experiências capazes de transformar os segmentos onde atuam em prol do desenvolvimento social e econômico de suas comunidades, cidades e regiões. O que no fundo é a meta do LAUC”, afirma Angelides.

De acordo com Enéas Brum, CEO da Imagem, o uso da Inteligência Geográfica abre novos horizontes para entendermos onde e como cada fenômeno interage com os demais, permitindo que as pessoas, as empresas e os governos consigam dar respostas rápidas e tomar decisões corretas. “Acreditamos que a chave para esta compreensão do mundo é a Inteligência Geográfica e, o LAUC apresentou de forma prática diversos exemplos disso”, comenta.

O LAUC é realizado todo ano em um país diferente da América Latina e busca evidenciar soluções para os maiores desafios enfrentados por todos os setores econômicos e sociais de cada região por meio de debates, demonstrações práticas e da troca de experiências entre usuários da Inteligência Geográfica.