Notícias

Esri é uma das 25 maiores empresas que crescem em Cloud segundo ranking da PWC e IDG

5 setembro 2016



O relatório da PWC de 2014 das 100 maiores empresas de software apontava que a cloud computing estava começando a mudar a indústria de software. Não estava claro na época o quanto a cloud iria impactar esse negócio e, inicialmente se sabia apenas que os clientes seriam atraídos pelo baixo custo de estrutura, mas agora as empresas percebem muito mais agilidade com a cloud computing.

É o que sinaliza a mais nova versão desse relatório PwC Global 100 Software Leaders: a cloud computing está modificando todas as empresas de software. Um exemplo é que as receitas vindas de SaaS/ PaaS das 50 principais vendedoras de software hoje representa 10% de seu total.

Atualmente, as empresas estão mais dependentes do software as a service (SaaS) do que nunca,” afirmou Mark McCaffrey, líder da PwC Global Software. “As empresas de software que fizeram a transição estão bem no caminho de reestruturar suas operações para as novas realidades de menores preços médios de vendas (ASPs) e margens. Já, as empresas que não fizeram isso já não aparecem mais na relação das 100 maiores”.

A transação para a cloud significa mais do que apenas uma mudança no preço. Para obter êxito com ofertas em cloud, as empresas de software devem reconfigurar suas operações e modelos de negócio para alcançar mais eficiência e se adaptarem às novas realidades de menores ASPs e margens.

Ao mesmo tempo, as expectativas dos clientes estão maiores e os riscos de turnover maiores ainda diante de tantas ofertas de cloud. As companhias de software precisam manter o foco na satisfação do consumidor reduzindo o tempo do ciclo de atendimento as suas necessidades.

O que significa essa mudança então? Não se trata apenas da forma como as empresas distribuem seu software. É muito mais que isso. A cloud computing muda como as empresas dirigem seus negócios. Certamente que há questões técnicas tal como confiança e segurança. Porém, há também mudanças culturais que afetam todas as áreas da companhia, do desenvolvimento de produto, ao marketing, à área comercial se estendendo até o atendimento e suporte ao cliente (que, na verdade, é o mais importante).

Para nos ajudar a entender o que direciona o sucesso quando as empresas de software migram para a direção da cloud, a PWC se juntou ao IDC - International Data Corp - para realizar uma nova pesquisa com o ranking das 25 empresas que mais crescem em cloud. Para chegar nessas 25 empresas, o estudo considerou o percentual de aumento nos seus negócios no ano de 2014 referente às vendas de SaaS e Plataforma como serviço (PaaS). Para saber o detalhe completo da metodologia utilizada, clique aqui.

Além desse ranking, o relatório apontou tendências tais como:

- Os consumidores estão aumentando a adesão e a aceitação para cloud;

- A migração para a cloud apresenta desafios técnicos e de negócio para as empresas;

- A cloud dá às empresas de software maior oportunidade de engajar seu cliente;

- A cloud demanda um ciclo de produto mais rápido para as empresas de software.

O ranking reúne empresas com perfis diferentes e mostra, que de fato, não há uma fórmula secreta para o sucesso na cloud. Ao menos, um terço das empresas listadas são companhias que vem ofertando há anos licença de software on-premises, desde a OpenText no primeiro lugar até a Esri na posição 22, incluindo ainda a Microsoft (8), BMC (13) e Apple (14).

O ranking também inclui uma lista de startups tal como a Box (9) e a Dropbox (16), nas quais o modelo de negócio é formatado em cloud e, também algumas empresas com área de atuação bastante especifica como: Coupa (7), Workday (19) e Exact (#21).

Fonte: https://www.pwc.com/gx/en/industries/technology/publications/global-100-software-leaders/25-fastest-growing-cloud-companies.html



.