Notícias

Portal Armazém de Dados completa 15 anos como fonte de disseminação de informações

4 novembro 2016



Portal Armazém de Dados, criado pelo Instituto Pereira Passos, em 26 de outubro de 2016, representa um marco na integração, disseminação e transferência de informações públicas no Brasil 

O portal é desenvolvido pela Diretoria de Informações da Cidade, que também é responsável pela coordenação do SIURB, Sistema de Informações Urbanas que contribui com a integração e disseminação de informações disponibilizadas no Armazém de Dados. Nasceu do conceito de data warehouse e da intenção de disseminar de forma mais eficiente e moderna as informações produzidas pelos diversos órgãos municipais do Rio. A base original de informações foi o Anuário Estatístico que, por ser produzido em papel, havia menor acesso ao público, custos altos de produção e limitação de acesso à informação. 

Quinze anos depois de seu lançamento, o Armazém hoje possui um acervo de mais de dois mil arquivos constantemente atualizados: são cerca de 996 tabelas, 167 mapas, 5 mil visitantes por mês e uma base de dados de mais de 4 mil usuários. É fonte importante de consulta de jornalistas, pesquisadores e estudantes de todo o país e mesmo estrangeiros. A equipe dedicada ao Portal é composta por cerca de 30 técnicos que trabalham na atualização do banco de dados. 

Nestes 15 anos, a área de geoprocessamento do Portal, abrigada pelo Portalgeo, recebeu vários destaques em congressos nacionais e internacionais, obtendo menções honrosas e prêmios, tais como o prêmio "Latino Americano por Excelência em SIG", no TIG - Encuentro Latinoamericano de Usuarios de Tecnologias de Informacion Geografica (2006), o "Geospatial Excellence in City Management", no Geospatial Word Award (2012) e o "Projetos em Gestão Pública", do MundoGEO#Connect Latin America (2015). 

Ao completar 15 anos, o Armazém se prepara para uma nova transformação. Já foi lançado o edital para a reformulação total do site: um portal adaptado às novas tecnologias, ainda mais dinâmico, com conteúdo ainda mais abrangente e com uma navegação mais fácil e intuitiva para o cidadão. Além disso, o IPP lança também neste mês uma nova e mais atualizada versão do aplicativo SABREN, Sistema de Assentamentos de Baixa Renda, com diversas informações sobre as favelas cariocas. Ainda este ano serão lançadas novas versões de outros aplicativos, como BDA Rio (Banco de Dados Agregados) e Bairros Cariocas, dentre outros. 

Ao mesmo tempo, o IPP avança na ampliação na atuação do SIURB para que os conteúdos sejam, a cada dia, ampliados e ajustados às necessidades dos usuários do Armazém de Dados. "Tenho orgulho de termos feito essa modernização, passando o conteúdo do antigo anuário estatístico que era impresso para a versão digital, que hoje é o Armazém de Dados. Na época, foi uma ousadia publicar através da web. Não é toda cidade que tem um órgão como o IPP, capaz de coletar, produzir e disseminar informações tão relevantes. No Brasil, fomos pioneiros e cada vez mais as prefeituras de outras cidades estão criando, em suas estruturas, unidades responsáveis por este serviço", explicou o diretor de Informações da Cidade, Luiz Roberto Arueira. 

Imagem tem sido parceira do IPP nessa iniciativa para promover cada vez mais integração, transparência e colaboração no Rio de Janeiro. 

Fonte: Assessoria de Comunicação IPP