Casos de Sucesso

Maringá utiliza Sistemas de Informações Geográficas para atender melhor sua população

30 novembro 2015

O objetivo

Servir ao cidadão é tarefa obrigatória de qualquer órgão público, mas atender bem e satisfatoriamente ao cidadão é uma capacidade de poucos. E pensando em atender da melhor forma sua população, a cidade de Maringá, terceira maior do Paraná, projetou o portal GeoMaringá, criado com a colaboração da empresa Imagem, empresa líder em Sistemas de Informações Geográficas (da sigla GIS em inglês). A ferramenta, que possui informações geográficas de todo o município, permite aos contribuintes acessar e pesquisar de maneira online dados de transporte público, educação, saneamento básico, obter autorização de alvarás comerciais, de construção, abrir empresas, entre diversas outras que antes só eram encontradas nos livros e registros internos da Prefeitura.

O projeto

A iniciativa, que teve início em 2010, trouxe diversas vantagens para quem mora em Maringá, e para os gestores da cidade também. Segundo Marleidy Araujo de Oliveira, técnica de organização e métodos e gerente de geoprocessamento da Prefeitura de Maringá, a população tem hoje a possibilidade de realizar processos que antes levavam até três meses para serem concluídos, como liberação de alvarás comerciais, por exemplo. “No antigo cenário, o contribuinte tinha de ir presencialmente à prefeitura para abrir um processo e, a partir disso eram feitas análises de acordo com a demanda do cidadão, seja para abrir um comércio, ou fazer uma obra. Atualmente, todos esses procedimentos, inclusive o estudo de impacto na região, são feitos via internet, sendo que empresas de risco A, por exemplo, o alvará sai imediatamente, Certidão de Numeração Predial também são gerados no ato da solicitação, serviços que antes da utilização do SIG levavam entre 15 a 90 dias”, afirma Marleidy.

Além da agilidade, a especialista destaca também a transparência obtida na comunicação com os usuários. “Ainda no antigo cenário, não havia muita informação disponível para os moradores da cidade, como era o caso do setor de educação. Agora é possível visualizar de forma unificada onde estão as escolas do município e a área de atuação de cada Maringá utiliza Sistemas de Informações Geográficas para atender melhor sua população uma, uma ferramenta muito útil em períodos de matrícula escolar”, aponta. A população pode ainda participar ativamente do GeoMaringá por meio de um fórum de perguntas dentro da ferramenta.

Os benefícios

Graças a essa tecnologia, a gestão do município conseguiu reduzir significantemente a ida de cidadãos à Prefeitura. “De um modo geral, diminuímos para menos da metade alguns atendimentos que eram presenciais, e em alguns casos, como consulta prévia referente o Uso e Ocupação do Solo e até a liberação do Passe de Estudante para transporte público, já são feitos apenas pelo portal”, diz Marleidy. Só para ter uma ideia, em janeiro de 2015 foram emitidos mais de 30 mil passes para estudantes, todos utilizando a ferramenta de geoprocessamento com integração entre o sistema de Passe de Estudante, desenvolvido pelo analista programador da prefeitura e a base de dados do Geo.

Integração pública Além de ser considerada uma das mais inteligentes cidades do país, Maringá ainda é considerada uma das mais conectadas, e o Geoportal tem contribuído bastante para esse reconhecimento. De acordo com Marleidy Oliveira, o Portal GeoMaringá reúne informações de praticamente todas as áreas de administração pública, tornando possível a integração de diferentes dados em um único ambiente.

“Nossa equipe interna identificou a oportunidade de aprimorar ainda mais os serviços prestados pela Prefeitura ao desenvolver o Sistema 156 onde os cidadãos têm a opção de fazer reclamações, pedir ajuda, dar sugestões e tirar dúvidas via dispositivo móvel e tendo a oportunidade de anexar uma foto e/ou documento agregando subsídio ao seu protocolo. Com este dispositivo, conseguimos espacializar todas as solicitações dos contribuintes podendo agir de forma mais rápida, temos a possibilidade de gerar relatórios precisos de atendimento podendo ser classificados por secretaria, assunto, data, bem como o contribuinte, além de poder consultar o protocolo pelo sistema, ao finalizar o atendimento tem o retorno através de email”, explica a especialista. Algo que surpreendeu os responsáveis pelo projeto, relata Marleidy, foi o fato de que, mesmo com quase nenhuma divulgação, a população passou a usar massivamente a ferramenta online. “A propagação do Geoportal aconteceu naturalmente, pois era o que o cidadão, o usuário final de todas as políticas públicas, necessitava. Um município que investe em tecnologias como essa não está desperdiçando dinheiro público, mas está investindo em benefícios que a população deve e merece receber, prova disso é o sucesso do GeoMaringá”, finaliza. 

Mais informações: 

http://www2.maringa.pr.gov.br/site/

Veja também:

ApresentaçãoLuiz Roberto Arueira, Diretor de Informações da Prefeitura do Rio de Janeiro, realizada no Seminário Online Esri Brasil 2015: Descubra como o Rio se tornou referência global no uso de Sistemas de Informações Geográficas promovendo a integração entre departamentos e o engajamento com os cidadãos.

Vídeos no Canal E380 da Esri: Confira as entrevistas da Prefeitura do Rio durante a Esri User Conference 2015, encontro mundial de usuários Esri realizado anualmente na Califórnia.

Vídeo: Adriano Além e Marco Medeiros - Instituto Pereira Passos (IPP)
Vídeo: José Augusto e Fabrício Prado - Secretaria da Fazenda da cidade do Rio de Janeiro
Vídeo: Ricardo Bandeira - IPLAN


Fill out my online form.