Casos de Sucesso

Compesa reduz tempo médio de atendimento das suas operações

4 julho 2016

O cenário

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), empresa vinculada ao Governo do Pernambuco e responsável pelo abastecimento de água e coleta de esgoto em todo o Estado, implantou, com apoio da Imagem um projeto de geotecnologia que lhe permitiu otimizar o gerenciamento da rede hidráulica. O investimento total foi de R$ 2 milhões. A Compesa é responsável pelo abastecimento de água e coleta de esgoto para mais de 8 milhões de habitantes em 185 municípios no Estado do Pernambuco. Em 2009, a entidade deparou-se com a necessidade de ter um banco de cadastros que interligasse informações técnicas, comerciais e de manutenção para que sua operação tivesse uma comunicação unificada para gerar tomadas de decisão mais precisas no menor espaço de tempo possível.

“Anteriormente, os dados do banco de cadastros eram obtidos e analisados de forma isolada, o que não permitia a execução de ações com a eficiência desejada”, afirma Conceição Pontes, gerente de Cadastro Técnico da Compesa. “Por esse motivo, chegamos ao consenso que era imprescindível a adoção do Sistema de Informações Geográficas para obter uma visualização padronizada das informações por meio de mapas temáticos, os quais permitiriam melhorias em nosso sistema de gestão pública e, consequentemente, a prestação de serviços aos cidadãos”, complementa..


A solução

Após vencer um processo de licitação comandado pela Compesa, o consórcio Procenge-Imagem foi contratado como fornecedor dos serviços de geotecnologia, tendo como responsabilidades o licenciamento, implantação e suporte dos softwares da Esri (empresa norte americana líder mundial no mercado de GIS e representada no Brasil com exclusividade pela Imagem) e a consolidação das bases de dados geográficos, além do treinamento dos profissionais da Compesa para lhes transferir conhecimentos técnicos sobre a tecnologia GIS.


Os resultados

A utilização da Inteligência Geográfica, implementada em abril de 2010, gerou à Compesa um cadastro técnico com análises mais eficientes e confiáveis, uma vez que os dados estão melhor distribuídos geograficamente e são atualizados de forma sistemática para todos os usuários da Compesa. Consequentemente, é possível obter uma análise em tempo real do status de todos os serviços de abastecimento de água e coleta de esgoto no Pernambuco.

“Conquistamos maior eficiência para planejamento e execução de serviços, sejam eles para efeito corretivo ou preventivo, e reduzimos o tempo médio para resolução das demandas”, diz Conceição Pontes. Outros benefícios de destaque gerados pelo projeto foram:

• Otimização da geração de rotas das redes de água e esgoto;
• Maior facilidade para identificação das necessidades de atendimento em cada região do Estado (exemplo: áreas desabastecidas ou com risco de desabastecimento em curto prazo);
• Maior precisão na análise do consumo médio de água nas residências ou empresas a partir do mapeamento integrado e detalhado, além da maior facilidade para identificação de clientes inadimplentes e clientes em potencial para a Compesa;
• Maior precisão para obter informações e relatórios obrigatórios sobre os hidrômetros (ano de fabricação, tempo de uso, anomalias de leitura, entre outros) utilizados nas residências ou empresas, colaborando para manter as conformidades com as normas regulamentadoras.