Últimas notícias

 
 

 Detalhes da Notícia

 

Confira entrevista com Deilson Silva sobre balanço de 2013 e novidades da Plataforma para 2014

27/11/2013

Nesse mês, a equipe de Comunicação da Imagem entrevistou Deilson Silva, Evangelista Técnico da Plataforma ArcGIS, que compartilhou conosco um balanço do ano de 2013 e as tendências do que está por vir na tecnologia para 2014.

Comunicação Imagem: Quais avanços na Plataforma ArcGIS você destacaria em 2013? Poderia nos citar os destaques numa rápida retrospectiva?
Deilson Silva: A Plataforma ArcGIS atingiu um alto grau de maturidade em termos disponibilidade de recursos. O fato de podermos elaborar mapas e publicá-los na web, diretamente do ArcGIS for Desktop, faz com que aproximemos vários níveis de usuários. Eu destacaria o lançamento do ArcGIS 10.2 em si que trouxe além de melhoria de funcionalidades de análise, tal como Hot Spot, permitiu o acesso do usuário Desktop ao universo do GIS Web. Cada profissional que possui uma licença de ArcGIS for Desktop tem direito a um usuário nomeado de ArcGIS Online na subscrição de sua empresa. Na prática, ele pode compartilhar o produto da informação que ele gerou, com usuários do mundo inteiro. Outro destaque sem dúvida é a utilização de Inteligência Geográfica com Inteligência de Negócios com o Location Analytics, permitindo que usuários de Microsoft Office, Sharepoint, IBM Cognos, Microstrategy entre outros, pudessem fazer análises espaciais em seu próprio ambiente. O último destaque, porém não menos importante é o GeoEvent Processor que trouxe uma nova visão de análise temporal com uso de dados provenientes de mídias sociais, processamento baseado em regras e compartilhamento de serviços  temporais com todos os produtos da Plataforma ArcGIS.

Comunicação Imagem: Como você percebe a adoção do ArcGIS Online pelos usuários brasileiros?
Deilson Silva:Vejo que o mito de que no Brasil não se usa Cloud está morrendo. Acho que todos já perceberam que a Cloud é um caminho sem volta. O que temos que manter em nossa cabeça é que temos dois tipos de Cloud: pública e privada. Ambas podem ser utilizadas com critérios de segurança corporativos. Uma solução composta por ArcGIS Online, ArcGIS for Server e seus recursos de segurança oferecem a tranquilidade para que as empresas compartilhem o que é público e privado baseado em seus padrões e regras de segurança. No Brasil já temos vários exemplos de uso de ArcGIS Online e Portal for ArcGIS.
Desde instituições públicas a empresas privadas. Estamos amadurecendo o conceito de GIS como serviço.

Comunicação Imagem:  A migração de aplicações GIS na nuvem é uma realidade nas empresas do país?
Deilson Silva:Podemos entender o GIS na nuvem como uma evolução do GIS tradicional. Temos que evoluir no conceito de GIS Web, usar recursos via serviços. Se eu quero acessar os dados demográficos do Brasil, não preciso fazer download do dado no site do IBGE. Devo usar o produto de informação disponível como serviço web de mapa pelo IBGE. O modo mais simples usar o GIS Web é usando serviços de mapa. É simples, porém muito eficiente. As empresas no Brasil já conhecem Web Map, chegou a hora de conhecer o poder do GIS Web com serviços de geoprocessamento, aplicações, apps, entre outros que podem ser utilizadas em vários tipos de dispositivos.

Comunicação Imagem:  O que os usuários podem esperar para 2014?
Deilson Silva:  Em  2014 teremos um grande foco em GIS como serviço. Podemos esperar mais ferramentas de análise no ArcGIS Online, aumento de performance e disponibilidade de recursos Office (desconectado) para usuários que estão no campo.

Comunicação Imagem:  Qual será a tendência da Plataforma ArcGIS?
Deilson Silva:  Web GIS, Location Analytics, análise espacial, mobilidade e consolidação da plataforma como a plataforma para desenvolvedores de soluções de inteligência geográfica. Estes são os pontos de atenção que devem receber mais melhorias.

Comunicação Imagem:  Sabemos que em 2014 o Brasil receberá o LAUC – Esri Latin America User Conference. Qual sua visão de benefício desse evento para os usuários do Brasil?
Deilson Silva: Quando analisamos o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), vemos que a América Latina começa a subir algumas posições. O mundo nos percebe como um conjunto de economias em franca expansão. Segundo o último relatório de IDH Global publicado pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para Desenvolvimento), a América Latina possui 8 países entre os índices alto e muito alto de desenvolvimento humano. Isto mostra que estamos evoluindo. O LAUC do ano que vem, será uma grande oportunidade de conhecermos as soluções GIS que estão sendo desenvolvidas para trazer benefícios para as populações de cada país do nosso continente. Teremos várias participações internacionais, profissionais das Américas, Europa, entre outros, interessados em conhecer como a Inteligência Geográfica vem trazendo benefícios para nosso  povo. Será uma festa de tecnologia e Geografia. Espero que todos nossos usuários estejam lá para compartilhar seus conhecimentos e conhecer as novidades da Plataforma ArcGIS. O vídeo de apresentação do LAUC 2014 já está disponível, assista aqui!